Secretaria de Obras do Estado autoriza ordem de serviço para elaboração do Projeto da Ponte Manga/Matias Cardoso

O valor total previsto para a etapa de projeto da ponte é de R$ 2.469.189,00 (dois milhões, quatrocentos e sessenta e nova mil, cento e oitenta e nove reais)

A Secretaria de Estado de Transporte e Obras Públicas – Setop autorizou, nessa segunda-feira (03/07), conforme publicação no Diário Oficial de Minas Gerais, que a empresa Enecon Engenharia, vencedora da licitação realizada pelo Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem (DEER/MG), elabore o projeto de engenharia da ponte sobre o Rio São Francisco, entre os municípios de Manga e Matias Cardoso, no Norte de Minas. A empresa tem agora 240 dias consecutivos para definir as condições construtivas para a obra.

Foto: Ascom/Deputado Paulo Guedes

Deputado Paulo Guedes e Secretário Murilo Valadares

O deputado Paulo Guedes, que esteve nesta quarta-feira (5/7) com o secretário de estado de Transporte e Obras Públicas, Murilo Valadares, destacou a importância do investimento para o Norte de Minas. “A construção da ponte sobre o Rio São Francisco significa a realização de um sonho para a população. Uma obra que representa progresso, geração de renda e qualidade de vida para esta região”, disse ao agradecer ao governador Fernando Pimentel pelo empenho no atendimento às demandas do Norte de Minas.

Paulo Guedes, que sempre trabalhou pela realização desta obra, lembra que, em dezembro de 2015, quando o Governo do Estado anunciou este projeto, no Dia dos Gerais, em Matias Cardoso, muitos não acreditaram. “Cresci ouvindo pedidos e promessas em torno desta ponte. Sabemos das dificuldades que Minas Gerais passa atualmente devido à escassez de recursos para investimentos, e este primeiro e mais importante passo para a construção desta obra só demonstra o compromisso deste governo com a nossa região”, destacou o parlamentar.

O valor total previsto para a etapa de projeto da ponte é de R$ 2.469.189,00 (dois milhões, quatrocentos e sessenta e nova mil, cento e oitenta e nove reais). Conforme a nota técnica da Setop, a ponte sobre o Rio São Francisco terá 930 metros de extensão, 13,8 metros de largura e acessos com 2,1 quilômetros.

Atualmente, a travessia do rio São Francisco é feita por balsas, que, frequentemente, são motivo de polêmica, deviso à precária qualidade do serviço e aos preços cobrados. A travessia leva cerca de uma hora, interferindo principalmente na rotina da população dos municípios de Manga, Matias Cardoso e região, além de ser um transtorno na viagem de caminhoneiros e demais motoristas.

Fonte: Ascom/Deputado Paulo Guedes