Taxista foi morto a pauladas e corpo enterrado em lavoura de café

Homicídio trágico foi registrado em Santana do Manhuaçu

O corpo do taxista Márcio Vieira Amorim, de 57 anos, foi localizado nesta segunda-feira 24/07, em uma lavoura de café na Zona Rural de Santana do Manhuaçu. Conforme primeiras informações o taxista teria sido morto a pauladas. As mãos e os pés das vítimas estavam amarrados.

Imagem do Whatsapp

Márcio estava desaparecido desde o último sábado. A PM prendeu o suspeito André Santos Félix, que apesar de negar participação no crime, acabou levando os policiais até o local onde o corpo foi enterrado, posteriormente o mesmo acabou confessando o crime. A motivação do crime está sendo apurada.

Imagem do Whatsapp

Nesta segunda pela manhã, o carro do taxista, um Pálio vermelho, com placas de Santana do Manhuaçu, havia sido localizado por funcionários da fazenda Barbosa, situada às margens da estrada que liga Caratinga a Bom Jesus do Galho, no Córrego da Varginha.

Imagem do Whatsapp

Na primeira versão dos fatos, André Santos Félix informou que solicitou uma corrida ao taxista na noite de sábado e alegou que pagou 40 reais e depois de chegar ao destino o taxista foi liberado.

“Eu parei na pracinha de Santana e pedi para fazer o corre pra mim até uma fazenda. Ele chegou na porteira e me deixou, voltou para trás. Aí não sei mais o que aconteceu”. André informou ainda que ao chegar no local, teve uma discussão com o padrasto e decidiu retornar de carona para Caratinga. Ele alega que estava no veículo com o seu irmão. Para a Polícia, também havia uma mulher. As informações repassadas pelo suspeito e a negativa de envolvimento no crime foram consideradas como desencontradas, segundo informado por Tenente Wallace.