Pai e filha ficam reféns por 7 horas durante roubo em Caratinga

O carro da família foi roubado e as vítimas só foram libertadas após a movimentação policial; eles foram abandonados em uma estrada vicinal

Um pai e uma filha ficaram nas mãos de criminosos por sete horas após um assalto em Caratinga, na Zona da Mata, neste domingo (27/08). De acordo com a Polícia Militar, Flávio Medina e a filha foram rendidos e tiveram o carro da família roubado. Os criminosos ainda levaram os dois com ele.


Neste domingo após o sumiço dos dois, familiares ficaram desesperados e começaram a espalhar cartazes pelas redes sociais procurando pai e filha. Testemunhas informaram aos familiares que os dois tinham sido colocados em um carro e surgiu a suspeita de sequestro. Com isso, policiais militares também se mobilizaram e, por volta de 19h, com a movimentação policial, os bandidos libertaram pai e filha.

O Sargento Júnior, do Destacamento da Polícia Militar de Santa Rita de Minas, informou que a PM realizava juntamente com outras equipes policiais, rastreamento em busca de um autor de homicídio e viu pelas redes sociais o caso sobre o desaparecimento do Flávio Medina e da filha dele.


"Com o nosso rastreamento, nós retornamos a Santa Rita de Minas para a confecção do boletim de ocorrência, quando nos deparamos com o Flávio Medina. Chegou aqui bastante entristecido e exaltado no quartel da PM dizendo que tinha sido liberado pelos bandidos, porque eles viram a movimentação de viaturas nas proximidades de Santa Bárbara do Leste, em uma estrada vicinal. Imediatamente entramos em contato com os militares da cidade de Caratinga e liguei para a esposa do Flávio e demos a notícia de que ele está bem e a filha também".

Ele contou que os dois estavam chegando em casa com as compras, quando foram rendidos por três homens encapuzados e fortemente armados. Relatou ainda que eles viveram momentos de terror e que tiveram medo de serem mortos pelos bandidos. O carro da família um Jeep Renegade foi roubado, além de pertences dos dois. A polícia ainda não encontrou os criminosos. Eles foram levados para casa com a ajuda dos policiais.